Rui Magalhães candidato à Assembleia de Freguesia de Mirandela em 2009
.posts recentes

. PRESIDENTES DA JUNTA DE F...

. UMA EQUIPA COM QUALIDADE

. MAIORIA ABSOLUTA FINALMEN...

. RUI MAGALHÃES E A SUA EQU...

. QUALIDADES DE UM BOM AUTA...

. DISPONIBILIDADE

. PROGRAMA DE ACÇÃO DO PSD ...

. PROGRAMA DE ACÇÃO DO PSD ...

. PROGRAMA DE ACÇÃO DO PSD ...

. PROGRAMA DE ACÇÃO DO PSD ...

.as minhas fotos
.arquivos

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

Quinta-feira, 15 de Outubro de 2009
PRESIDENTES DA JUNTA DE FREGUESIA DE MIRANDELA PÓS 25 DE ABRIL

Desde o 25 de Abril houve 10 eleições autárquicas e presto aqui a minha homenagem aos anteriores Presidentes da Junta e da Assembleia de Freguesia extensiva aos restantes membros dos órgãos autárquicos. Partilho convosco os resultados obtidos por cada um deles:

 

1976 - Manuel Inácio Cordeiro (35,82 %)

1979 - Domingos Gomes Vieira e Melo (34,28 %)

1982 - José Floriano Oliveira Fonseca (28,5 %)

1985 - Domingos Gomes Vieira e Melo (31 %)

1989 - António João de Almeida Lima (39,3 %)

1993 - José António Rodrigues Guerra dos Santos (42,3 %)

1997 - José Manuel Correia Morais (41,1 %)

2001- Rui Fernando Moreira Magalhães (36,6 %)

2005 - Rui Fernando Moreira Magalhães (38,8 %)

2009 - Rui Fernando Moreira Magalhães (46,43 %) 

 

33 anos depois foi possível alcançar uma maioria absoluta para a Assembleia de Freguesia de Mirandela, o que me enche de orgulho e me motiva a cumprir o mandato com muito rigor a favor dos interesses das pessoas e com uma Equipa excelente. 

publicado por 2009_ruimagalhaes às 12:14
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 13 de Outubro de 2009
UMA EQUIPA COM QUALIDADE

Queria manifestar publicamente o meu reconhecimento pelo trabalho incansável, pelo apoio incondicional e pelo alento transmitido pela excelente Equipa que escolhi. Sei que fiz as escolhas certas.

 

Eles foram formidáveis e todos eles deram o seu contributo de uma forma ou de outra, transmitindo uma alegria inolvidável à campanha.  

 

São eles o futuro de Mirandela e pela postura que tiveram na campanha eleitoral só podemos augurar um futuro promissor.  

 

Muito obrigado pelo apoio e pelo vosso entusiasmo. Conto convosco para gerir a Junta de Freguesia de Mirandela com eficácia, eficiência e transparência no próximos quatro anos.

publicado por 2009_ruimagalhaes às 11:24
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 12 de Outubro de 2009
MAIORIA ABSOLUTA FINALMENTE

Candidatei-me pela terceira vez consecutiva à Assembleia de Freguesia de Mirandela e tudo fiz, com o apoio do partido e da minha equipa, para conseguir um resultado histórico que passava pela obtenção da maioria absoluta. 

 

O sonho concretizou-se e consegui pela primeira  vez obter a tão almejada maioria absoluta (2.555 votos e 7 mandatos em 13 possíveis).  Vou agora trabalhar com as pessoas que quero, o que é motivador mas também mais responsabilizante mas estou convicto que vai ser possível executar o Programa de Acção que apresentamos aos Mirandelenses.

 

Tal foi fruto de muito trabalho e de uma planificação rigorosa. Quero agradecer em particular aos eleitores que votaram em mim mas garantir que serei um Presidente de todos e que tudo farei para ajudar as pessoas a resolver os seus problemas e para que se reforce a sua qualidade de vida.

 

MUITO OBRIGADO A TODOS E PODEM CONTAR COM O APOIO DA MINHA EQUIPA. VIVA MIRANDELA.

publicado por 2009_ruimagalhaes às 17:40
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 9 de Outubro de 2009
RUI MAGALHÃES E A SUA EQUIPA – O VOTO CERTO

As pessoas não têm razões para não votar em Rui Magalhães e na sua equipa e não se deve mudar equipas vencedoras e que mostram serviço. 

 

É verdade que o poder autárquico é sobretudo exercido através dos partidos políticos, embora já sejam admissíveis listas de independentes. Contudo, as eleições autárquicas contam mais as pessoas do que as estruturas partidárias. A lista que apresento é formada por algumas pessoas que têm ou já tiveram outras tendências políticas. Nunca agi em função de critérios políticos ou ideológicos e tenho tratado todas as pessoas com a mesma educação e correcção. Sempre quis que a Junta de Freguesia de Mirandela funcionasse como um serviço público a quem os cidadãos devem exigir qualidade, prontidão, eficácia e eficiência.

 

Esta é a minha segunda candidatura nas listas do PSD local onde me sinta perfeitamente identificado e onde fui bem acolhido. Sou inclusivamente militante do PSD e sei que tomei a decisão certa porque estou no partido certo e com as pessoas certas.

 

Embora a actividade da Junta não tenha a visibilidade que tem a actuação do Município, estou consciente do relevante trabalho executado, o que foi reconhecido por todos os partidos políticos. Sempre actuei com rigor, com seriedade, com responsabilidade e com transparência. Dificilmente seria possível realizar mais com um orçamento anual de cerca de 150.000 euros em que cerca de 2/3 são para suportar despesas de pessoal e despesas com aquisição de bens e serviços. Já disse que vou utilizar este espaço para fornecer informações sobre a Junta de Freguesia de Mirandela. Para quem não sabe, deixo o valor das despesas anuais desde 2002:

 

- 2002: 094.993,77 euros;
- 2003: 137.427,83 euros;
- 2004: 156.905,47 euros;
- 2005: 156.048,70 euros;
- 2006: 147.490,51 euros;
- 2007: 153.049,38 euros;
- 2008: 146.498,87 euros.

 

Actualmente a Junta de Freguesia de Mirandela é uma instituição mais conhecida, mais respeitada e mais credível e todas as decisões têm sido tomadas com bom senso, ponderação, discussão em equipa e estudo e análise criteriosa.

 

Todos os partidos políticos escolhem os candidatos que querem e podem e todos eles merecem o meu mais profundo respeito porque todos eles estão a corporizar o dever cívico de participação política. O PSD de Mirandela não é excepção e devo dizer que a equipa que escolhi me oferece garantias de sucesso. Mantive alguns elementos mas introduzi pessoas jovens que garantem um projecto de continuidade e que são o futuro de Mirandela e da Junta de Freguesia de Mirandela porque, se vencer como espero e mereço, será legalmente o meu último mandato.

 

Sei que não é fácil ser juiz em causa própria e não gosto muito de falar de mim próprio mas, sem desprimor para os restantes candidatos, tenho a meu favor as seguintes vantagens:

 

a) Possuo uma experiência autárquica de 8 anos e conheço agora muito melhor a realidade da freguesia de Mirandela, as suas potencialidades, as suas necessidades e os seus problemas e pontos fracos. Tenho tido para com as instituições da freguesia uma postura de respeito e de colaboração. Conheço também a sua realidade e os seus dirigentes. Eles sabem que podem contar com o apoio da Junta de Freguesia de Mirandela;

b) Embora não seja condição absolutamente necessária, estou convicto que é uma mais valia a minha formação académica na área do Direito, o que me ajuda a agilizar os procedimentos, a responder melhor às solicitações e a executar as tarefas com mais qualidade, celeridade e autonomia num Estado de Direito Democrático em que vigora o primado da lei;

c) Tenho exercido as minhas actividades profissionais e políticas muito perto da Junta de Freguesia de Mirandela, o que facilita o exercício do cargo, a execução de tarefas e o acolhimento de utentes;

d) Tenho sabido cultivar uma liderança assertiva e democrática, o espírito de equipa e o diálogo franco e aberto com todos em que nada se esconde e tudo se partilha.

 

Por isso e mais alguma coisa, penso ter condições para rogar às pessoas o seu apoio traduzido em votos. Sinto que mereço o voto da maioria e só peço às pessoas: SEJAM JUSTAS!

 

 

 

No dia 11 de Outubro votem Rui Magalhães, votem PSD para a Assembleia de Freguesia de Mirandela.

 

publicado por 2009_ruimagalhaes às 09:06
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
QUALIDADES DE UM BOM AUTARCA

Embora cada pessoa seja um mundo diferente marcado pela diversidade dos modelos educativos que recebeu, pelas concretas experiências de vida, pelas diferenças formativas e profissionais e pela personalidade própria, entendo que existem características específicas para que os autarcas possam exercer bem as suas funções e ver reconhecido o seu trabalho.

 

O eleito local (e em especial, o Presidente da Junta de Freguesia) deve ter as seguintes qualidades, apresentadas de forma aleatória:

 

• Estar motivado para o exercício das suas funções em prol dos interesses das pessoas;
• Conhecer muito bem a sua freguesia, as suas instituições e as suas gentes;
• Adoptar um estilo de liderança assertivo e democrático, evitando os estilos de comunicação agressivo, passivo ou manipulador;
• Saber planear, controlar alterações, distribuir recursos, negociar e gerir o tempo;
• Agir sempre com base em sólidos princípios éticos;
• Privilegiar o trabalho em equipa e em parceria, envolvendo todos na realização de objectivos comuns;
• Saber manter altos níveis de motivação, auto-estima e auto-realização nos funcionários e eleitos locais;
• Promover nesse grupo o sentido de responsabilidade e comprometimento pessoal, permitindo um diálogo espontâneo, um bom ambiente de trabalho, um clima de satisfação e a amizade e solidariedade entre todos;
• Ter habilidade para lidar, gerir e solucionar os conflitos interpessoais e institucionais e as divergências de opinião;
• Possuir conhecimentos sobre regras de organização e condução de reuniões;
• Conhecer as regras protocolares a respeitar em cada acto público ou oficial;
• Ser pontual e não fazer esperar ninguém nem chegar atrasado aos compromissos;
• Gerir com eficácia e eficiência os recursos humanos;
• Valorizar e premiar, utilizando o reforço positivo, os funcionários e agentes da autarquia;
• Apostar sempre na inovação, na modernização e na qualificação;
• Estar aberto à mudança e aceitar com bom senso a diferença;
• Estar disponível para ouvir, atender, encaminhar, informar e ajudar quem precisa;
• Valorizar o conhecimento e a auto-formação;
• Ter noções básicas de contabilidade pública e autárquica (POCAL);
• Tratar todas as pessoas e todas as instituições com justiça e igualdade;
• Ser um exemplo e um modelo de identificação positivo;
• Inspirar nos outros confiança, lealdade e respeito;
• Assumir os erros com frontalidade e reconhecer que tem dúvidas e que não é perfeito;
• Ter estabilidade emocional e familiar;
• Possuir uma grande dose de paciência e tolerância;
• Ter sempre uma finalidade no pensamento;
• Procurar sempre uma solução ganhadora para todas as partes;
• Procurar compreender para ser compreendido;
• Evitar assumir competências que não cabem à sua junta;
• Utilizar todas as sinergias, delegando funções e tarefas;
• Respeitar os deveres a que se encontra vinculados e expressos no artigo 4º do Estatuto dos Eleitos Locais (Lei nº 29/87, de 30 de Junho):

 Observar escrupulosamente as normas legais e regulamentares aplicáveis aos actos por si praticados ou pelos órgãos a que pertencem;

 Cumprir e fazer cumprir as normas constitucionais e legais relativas à defesa dos interesses e direitos dos cidadãos no âmbito das suas competências;

 Actuar com justiça e imparcialidade;

 Salvaguardar e defender os interesses públicos do Estado e da respectiva autarquia;

 Respeitar o fim público dos poderes em que se encontram investidos;

 Não patrocinar interesses particulares, próprios ou de terceiros, de qualquer natureza, quer no exercício das suas funções, quer invocando a qualidade de membro de órgão autárquico;

 Não intervir em processo administrativo, acto ou contrato de direito público ou privado, nem participar na apresentação, discussão ou votação de assuntos em que tenha interesse ou intervenção, por si ou como representante ou gestor de negócios de outra pessoa, ou em que tenha interesse ou intervenção em idênticas qualidades o seu cônjuge, parente ou afim em linha recta ou até ao 2.º grau da linha colateral, bem como qualquer pessoa com quem viva em economia comum;

 Não celebrar com a autarquia qualquer contrato, salvo de adesão;

 Não usar, para fins de interesse próprio ou de terceiros, informações a que tenha acesso no exercício das suas funções;

 Participar nas reuniões ordinárias e extraordinárias dos órgãos autárquicos;

 Participar em todos os organismos onde estão em representação do município ou da freguesia.

 

Contudo, entendo que não são regras milagrosas nem receitas infalíveis porque o comportamento humano é muito imprevisível e complexo. Embora seja crucial o respeito pelas qualidades supramencionadas, creio que o segredo está sobretudo no bom senso, na ponderação e no equilíbrio.

 

 

publicado por 2009_ruimagalhaes às 09:03
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 7 de Outubro de 2009
DISPONIBILIDADE

 

De todas as afirmações que proferi no dia da apresentação dos candidatos à Junta de Freguesia de Mirandela, a que mais terá incomodado algumas pessoas foi ter dito que «dificilmente alguém teria mais disponibilidade do que eu para exercer o cargo de Presidente da Junta de Freguesia de Mirandela». Em primeiro lugar, há que dizer que quando se diz «dificilmente» não significa que não possa haver alguém com mais disponibilidade. Em segundo lugar, as pessoas entenderam a disponibilidade no seu conceito mais estrito. Contudo, para mim, disponibilidade não tem apenas um carácter temporal mas significa muito mais do que isso. 

 

Disponibilidade significa também proximidade, rapidez de resposta e motivação pessoal. Quer exerça as funções de assessor do Presidente da Câmara Municipal quer volte às minhas funções originais como Técnico Superior da Direcção Geral de Reinserção Social, trabalharei a cerca de 50 metros da Junta de Freguesia de Mirandela. Poderia ser mais facilmente contactável e mais disponível para assinar qualquer documento ou para receber qualquer pessoa porque existe da parte dos serviços públicos um especial dever de colaboração para com os eleitos locais. Além disso, como assessor do Presidente da Câmara trabalho na mesma área, o poder local, procurando ajudar as pessoas a resolver os seus problemas.

 

Mas como disse, disponibilidade é muito mais do que isso, é também:

 

- não ter praticamente um feriado, um sábado e um domingo para me dedicar ao lazer e à família devido a compromissos oficiais;

- não gozar na íntegra os dias de férias a que tenho direito;

- trabalhar fora de horas e utilizar recursos e meios próprios para executar trabalhos e tarefas respeitantes aos cargos que exerço;

- não conseguir dizer não a convites que me são feitos para integrar órgãos sociais de instituições de Mirandela por uma questão de solidariedade e de obrigação de participação social;

- utilizar muitas vezes a minha viatura particular para não correr o risco de ser acusado de utilizar a viatura da Junta de Freguesia de Mirandela;

- ser incomodado em casa para me deslocar à Junta para emitir de noite atestados de residência e outros de carácter urgente;

- colaborar com iniciativas da sociedade civil de forma muito directa e empenhada, oferecendo mesmo o meu esforço físico e o meu tempo;

- aceitar ser Juiz da Confraria de Nossa Senhora do Amparo de forma a viabilizar as Festas de Nossa Senhora do Amparo, correndo riscos políticos enormes;

- ser figurante há seis anos num evento de cariz religioso de que nem todos gostam e durante quatro meses não ter um único domingo disponível devido aos ensaios e ter ainda que convencer outros a fazer parte do elenco, incluindo familiares meus e sujeito a criticas injustas do género «mete lá a família toda», arranjar as redes, os barcos, os animais e outros adereços para as cenas;

- comparecer, salvo raras excepções, a todas as iniciativas desenvolvidas pelas colectividades da freguesia, o que traduz uma postura de grande respeito para com elas;

- ocupar parte das férias para efectuar pesquisas em bibliotecas e arquivos para dar à posteridade obras de relevante interesse para a Freguesia de Mirandela;

- ouvir todas as pessoas, independentemente das suas opções políticas ou ideológicas, procurando ajudar a resolver os seus problemas financeiros ou outros;

- criar um ambiente de trabalho saudável e aceitar trabalhar num contexto político teoricamente desfavorável na medida em que dos cinco elementos da Junta, apenas eu sou do PSD, mesmo tendo ganho as eleições com 350 votos de diferença para o PP e cerca de 1.000 para o PS;

- desenvolver o meu trabalho com grande dedicação e espírito de missão, não obstante estar num regime de não permanência e de receber pelo exercício das minhas funções de Presidente da Junta de Freguesia de Mirandela a módica quantia de 305,30 euros mensais!

 

Por tudo isso, entendo que a minha permanência na Junta de Freguesia de Mirandela é mais uma questão de dignidade pessoal do que de interesse económico porque creio ser justa a minha vitória por tudo o que tenho feito e dado. Assumo que não sou perfeito, que também tenho dúvidas e que erro aqui e ali. Admito que critiquem as minhas opções ou prioridades políticas porque ninguém é igual a ninguém mas já não aceito que ponham em causa a minha idoneidade, a minha integridade e a minha capacidade de trabalho.

 

Pedi apenas para a campanha eleitoral que dissessem o que entendessem desde que não me ofendessem pessoalmente e desde que não utilizassem a mentira, a calúnia e a injustiça. O resto faz parte da política e da democracia: as pessoas são livres para tomar as decisões que bem entenderem e por elas são as únicas responsáveis. Agora e sempre, vamos discutir apenas Mirandela e os interesses das pessoas!
 

publicado por 2009_ruimagalhaes às 13:44
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 6 de Outubro de 2009
PROGRAMA DE ACÇÃO DO PSD À ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DE MIRANDELA - Condições de que depende a sua execução

Devo esclarecer que a plena execução desde Programa depende da conjugação das seguintes condições:

 

1ª Que a Lista do PSD para a Assembleia de Freguesia de Mirandela (que é o mesmo que dizer para a Junta de Freguesia) obtenha uma vitória expressiva para que Rui Magalhães possa trabalhar com a Equipa que escolheu e que é a única que lhe dá totais garantias de sucesso;
2ª Que a Câmara Municipal de Mirandela descentralize actividades culturais com reforço da transferência de meios financeiros e que reforce a delegação de competências, o que está garantido caso o PSD ganhe a Câmara Municipal;
3ª Que a comunidade esteja disposta a colaborar e a trabalhar em parceria e em rede com a Junta de Freguesia de Mirandela, como tem sucedido;
4ª Que a Junta seja dotada de uma nova Sede, mais moderna, ampla e funcional, e que a Escola de Vale de Madeiro sofra obras para funcionar como um Centro de Convívio e de Apoio, o que corresponde também à vontade do Município liderado pelo Dr. José Silvano.

 

É um Projecto Ambicioso mas realista e exequível desde que aquelas condições se verifiquem.

   

POR SI, FAREMOS TUDO E MAIS ALGUMA COISA.

publicado por 2009_ruimagalhaes às 09:49
link do post | comentar | favorito
PROGRAMA DE ACÇÃO DO PSD À ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DE MIRANDELA - Investimentos de terceiros

INVESTIMENTOS E INICIATIVAS A MOTIVAR O MUNICÍPIO OU OUTRAS INSTITUIÇÕES DA SOCIEDADE CIVIL PARA SATISFAÇÃO DE NECESSIDADES DAS POPULAÇÕES, COM OU SEM APOIO DA JUNTA DE FREGUESIA DE MIRANDELA:

• Construção de uma nova sede da Junta de Freguesia de Mirandela, com o apoio técnico e financeiro do Município;
• Repavimentação de ruas;
• Calcetamento ou pavimentação asfáltica do Caminho da Oliveirinha, da Rua das Arças, da Rua do Alecrim, da Rua do Castelo Velho, da Rua de Estanca-Rios e de outras vias;
• Embelezamento urbanístico do Bairro da Boavista, Peleiros, Sardão e Golfeiras, entre outros;
• Acesso Oeste a Mirandela;
• Construção de infra-estruturas desportivas para a prática do desporto, sobretudo o de formação;
• Saneamento e pavimentação asfáltica do Bairro da Ruiva;
• Criação de um Gabinete Autárquico;
• Construção de uma rotunda no cruzamento do Hospital Distrital de Mirandela;
• Criação de uma Brigada de Intervenção Rápida;
• Disponibilização de transporte diário (ida e regresso) para os habitantes de Vale de Madeiro e da Bronceda, sobretudo em dias de feira e de idas ao Hospital e Centros de Saúde;
• Construção de uma casa de banho no Cemitério Velho e de outras infraestruturas que se justifiquem;
• Funcionamento de uma Escola de Pais;
• Saneamento básico de águas sujas na Bronceda com a respectiva ligação à ETAR de Mirandela;
• Instalação de um Centro Local de Apoio à Integração de Imigrantes;
• Benefícios especiais para Famílias Numerosas, com emissão de um Cartão próprio;
• Carrinha de Apoio para pequenas reparações e intervenções em casas de idosos e carenciados;
• Instalação de um Conselho Municipal da Juventude;
• Construção de uma Pista para Motocross;
• Colocação completa de postes de iluminação de Estanca-Rios à Bronceda;
• Colocação de varões de apoio em escadas com grande declive;
• Sinalização horizontal e vertical na Estrada da Bronceda;
• Colocação de postes e tabelas de basquetebol pela Cidade;
• Limpeza anti-fogo duma área circundante à Bronceda;
• Construção de uma casa de banho entre as duas Pontes;
• Outros investimentos que forem sinalizados na campanha eleitoral ou durante o próximo mandato.
 

publicado por 2009_ruimagalhaes às 09:48
link do post | comentar | favorito
PROGRAMA DE ACÇÃO DO PSD À ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DE MIRANDELA - Competências próprias e investimentos próprios

COMPETÊNCIAS PRÓPRIAS:

• Exercer, com rigor, eficácia e transparência, as competências próprias previstas na lei, nomeadamente a elaboração dos documentos previsionais e de relatórios de gestão e cumprimento de regras e princípios contabilísticos, a gestão dos serviços e recursos humanos, a administração e conservação do património da freguesia, a emissão de atestados e afins, o registo e licenciamento de cães, a certificação de fotocópias e o recenseamento eleitoral.


INVESTIMENTOS PRÓPRIOS:

• Solicitar ao Município a celebração de protocolos de delegação de competências para, nomeadamente, reparação e construção de passeios e para limpeza e reparação de caminhos rurais e agrícolas;
• Conclusão do calcetamento de ruas de Vale de Madeiro;
• Restauro do interior da Capela da Bronceda, com substituição do forro, e restauro do altar;
• Apoio à construção da Casa Mortuária de São Sebastião;
• Aquisição de um terreno para construção de uma Sacristia para a Capela da Bronceda;
• Pintura e ampliação do Cemitério de Vale de Madeiro;
• Obras de manutenção e beneficiação das casas de banho, do Coreto, do Largo do Terreiro, da Casa Paroquial e da Capela de Nossa Senhora do Ó em Golfeiras;
• Adaptação da antiga Escola Primária de Vale de Madeiro a Centro Comunitário de Convívio e de Apoio para desenvolver actividades culturais e lúdicas ou na área da saúde e da acção social ou para promover encontros intergeracionais;
• Embelezamento com pedra-xisto tradicional do fontanário principal da Bronceda, bem como a correcta colocação de todos os tubos de escoamento dos tanques e o aproveitamento das águas sobrantes do furo artesiano para esses tanques;
• Construção de um polidesportivo em Golfeiras;
• Apoio à construção da sede da Associação Desportiva, Recreativa e Cultural de Vale de Madeiro;
• Substituição da porta da Capela da Freixedinha e colocação de luz eléctrica no seu interior;
• Recurso às Candidaturas referentes ao Programa de Equipamentos de Utilização Colectiva (Despacho nº 7187/2003, de 11 de Abril);
• Realização anual da «Semana do Cidadão da Freguesia de Mirandela» no sentido de avaliar e sinalizar necessidades e problemas concretos, com visitas aos bairros e outras zonas da Cidade.

 

publicado por 2009_ruimagalhaes às 09:45
link do post | comentar | favorito
PROGRAMA DE ACÇÃO DO PSD À ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DE MIRANDELA - Dignificação da Freguesia, Educação e Recursos Humanos

DIGNIFICAÇÃO DA FREGUESIA DE MIRANDELA:

• Comemoração do Dia da Freguesia;
• Projecto Cidadania e Poder Local;
• Realização de sessões nas escolas sobre a História e a Identidade de Mirandela;
• Publicação da obra «Freguesias: Historial, Caracterização e Toponímia»;
• Publicação anual de uma Revista Informativa;
• Publicação de um Guia de Recursos da Freguesia;
• Reflexão sobre a criação da Junta de Freguesia de Golfeiras e realização de um inquérito de opinião;
• Participação do Presidente da Junta de Freguesia de Mirandela em sessões da Assembleia Municipal;
• Participação nos Encontros Nacionais da ANAFRE e integração da Freguesia de Mirandela no seu Conselho Geral;
• Realização de um Congresso Nacional ou Regional sobre o Poder Local;
• Aquisição de material heráldico (pin´s, galhardetes, guiões, calendários, etc);
• Apoio informativo a autarcas e freguesias do Concelho de Mirandela numa postura de colaboração interinstitucional.


EDUCAÇÃO:

• Organização da Festa de Natal para o 1º CEB e da Festa da Páscoa para o pré-escolar;
• Concurso de Espantalhos para as Escolas do 1º CEB;
• Apoio à Equipa do Plano Nacional de Leitura;
• Organização de um Curso de Iniciação à Língua Portuguesa para Imigrantes;
• Organização de um Curso de Língua Gestual Portuguesa;
• Fornecimento de material de limpeza e de expediente e assistência técnica às fotocopiadoras oferecidas às escolas;
• Aquisição de um Quadro Interactivo para o Jardim-de-Infância de Mirandela;
• Oferta de Vales de Compra às escolas para aquisição de livros na Feira do Livro;
• Atribuição do Prémio «Mérito Escolar» para os alunos do 12º ano de escolaridade.


RECURSOS HUMANOS:

• Abertura de Concurso Público para um Técnico Operacional;
• Presença das funcionárias em acções de formação e atribuição de prémios de desempenho e progressão na carreira das funcionárias da Junta.
 

publicado por 2009_ruimagalhaes às 09:44
link do post | comentar | favorito
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.tags

. todas as tags

.as minhas fotos
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds